Marketing Tradicional Vs. Marketing Ágil

Equipes de Marketing tradicionais gostam de mega-lançamentos, em que podem iniciar campanhas de mídia, soltar press-releases para a imprensa e fazer grandes comemorações.

Equipes de Produto ágeis gostam de lançamentos pequenos, iterativos e incrementais, testando e recebendo feedback rápido e contínuo dos usuários.

Equipes de Marketing tradicionais preferem que um produto “incompleto” não seja lançado, pois será mal visto pelo mercado. Preferem que o produto seja desenvolvido por alguns meses até que esteja “completo” e assim possa ser lançado com grande estilo.

Equipes de Produto ágeis preferem lançar um produto mínimo viável, para que seja visto logo por alguns usuários que darão feedback imediato sobre o que esperam do produto, quais features são prioritárias, qual seu perfil de uso, etc. E adoram fazer teste A/B que ajudem a definir features e usabilidade.

Equipes de Marketing tradicionais gostam de “interromper” o usuário com anúncios em revistas, sites e televisão, de certa forma atrapalhando o usuário que pretendia apenas ler um artigo, visitar um site ou ver um filme, ao invés de ver propaganda que está sendo ‘forçado’ a ver. Quando usam as redes sociais, fazem-no para mandar sua mensagem, mas não se preocupam com o Feedback que recebem por estes canais; elas usam estes canais como ferramenta divulgação em massa, e não como ferramenta de comunicação, e, quando muito, encaminham o cliente que quer interagir para a Central de Atendimento.

Equipes de Produto ágeis gostam de atrair o usuário que está interessado em seu produto, através de SEO, posts em blogs, Twitter, páginas no Facebook e outras técnicas que atraiam somente os usuários interessados, sem interrompê-los. Menos visitas no site, porém mais focadas e taxa de conversão maior.

Equipes de Marketing tradicionais precisam de grandes verbas de Marketing, afinal, anúncios em televisão em revista são caros, agradar aos jornalistas implica em convidá-los para almoços e eventos e festas de lançamento que gerem repercussão na mídia precisam ser realmente grandiosas.

Equipes de Produto ágeis precisam de verba mínima de Marketing, pois interagir em redes sociais, escrever posts em blog e fazer SEO tem custo bastante baixo.

Enfim, Equipes de Produto ágeis fazem um trabalho focado nos usuários interessados, e esperam altas taxas de conversão. Equipes de Marketing tradicionais preferem alcançar grandes massas, e esperam taxas de conversão menores.

Para os resultados da empresa, o importante é minimizar o custo de aquisição, reduzir a taxa de churn/attrition, maximizar a taxa de conversão e manter a satisfação do cliente alta, portanto, certamente é necessário chegar-se num meio termo.

Muitas empresas erram ao separar o “departamento de marketing” das “equipes de desenvolvimento”, e assim surgem diversos conflitos devido à forma de pensar diferente que descrevi acima.

Como as técnicas de Marketing mais ágeis são mais baratas, possuem taxa de conversão maiores, taxas de churn menores e níveis de satisfação maiores (pois somente usuários do perfil esperado contratarão os serviço), o ideal seria ter pessoas de Marketing participando da equipe de desenvolvimento de produtos, e fazendo sua função de comunicação em parceria com o Gerente de Produtos.

No mundo ideal, o Marketing faz parte da equipe de desenvolvimento de produto, junto  com Gerente de Produtos, UX e Desenvolvimento. O Marketing então passa a entender o método de trabalho que a equipe segue, e a equipe entende que há demandas do Marketing que são mesmo legítimas. Somente trabalhado em equipe os dois lados se entenderão melhor e poderão trazer os melhores resultados para a empresa. O Marketing entenderá o modelo de desenvolvimento incremental e evolutivo e o que é MVP; e a equipe de produto entenderá a importância das datas comemorativas, das campanhas cujo objetivo é focar mais na marca que no produto, etc.

Alguém tem exemplos de casos em que as áreas de Marketing e Produtos se entedem e interagem bem?
Deixem suas experiências nos comentários deste post!

Depois que escrevi este post, comecei a ler o livro “The New Rules of Marketing & PR: How to Use Social Media, Online Video, Mobile Applications, Blogs, News Releases, and Viral Marketing to Reach Buyers Directly“, que tem tudo a ver com este tema. Eu já conhecia as idéias por ter lido posts em blogs, etc, mas o livro se encaixou perfeitamente com minhas idéias – por mais que seja relativamente básico! Recomendo a leitura!